Algumas pessoas tem me perguntado se realmente a Parentalidade Construtiva pode ajudar uma família na prática, minha resposta é SIM!

A Parentalidade Construtiva pode te ajudar. Ponto Final.

Estou trazendo para as famílias a certeza que podemos ter paz, tranquilidade no lar (sem gritos, castigos, humilhações …) e ao mesmo tempo termos crianças educadas e com limite.

As crianças fazem melhor e são mais felizes em uma família emocionalmente saudável e quando os seus direitos são respeitados por todos.

Sabemos que a Parentalidade Construtiva é o processo consciente associado ao processo natural e intuitivo de criar os filhos e que ela envolve o conjunto de responsabilidades dos pais para com o ser humano em Desenvolvimento e integra:

  1. necessidades físicas da criança (engloba atividades que visam a satisfação das necessidades básicas da criança como a alimentação, repouso e higiene);
  2. segurança da criança (engloba atividades que visam a proteção da saúde e dos perigos e os cuidados na doença da criança);
  3. desenvolvimento, comportamento e estimulação da criança (englobando as atitudes para a promoção de comportamentos adequados e atividades de promoção do desenvolvimento e estimulação da criança);
  4. comunicação positiva com a criança (englobando atitudes positivas e o desenvolvimento de interação entre pais e crianças e a adoção de relacionamento de afeto e amor) e
  5. disciplina positiva (incluindo a promoção do autocontrole e o estabelecimento de limites à criança com consistência e amor).

As crianças fazem mais e melhor quando seus pais:

  • São amorosos e protetores.
  • Passam tempo de qualidade com eles (parentalidade construtiva também significa equilíbrio entre a vida familiar e a vida profissional).
  • Tentam compreender as suas experiências de vida e comportamento.
  • Explicam as regras que eles devem respeitar.
  • Elogiam o bom comportamento.
  • Reagem ao mau comportamento com uma explicação e, se necessário, com um castigo não-violento (como por exemplo, intervalo na brincadeira, reparar os danos, menos mesada, entre outros) em alternativa a uma punição severa, gritos e humilhações.

Estamos estimulando estes comportamentos e atitudes.

Mais do que procurar um ganho para a criança, importa:

  • estar presente e dar amor e carinho.
  • estar disponível para as necessidades da criança
  • compreende-la
  • procurar as motivações do seu comportamento
  • fazer uma autoanálise
  • partilhar, conversar, perguntar, ouvir e prestar atenção

Praticando a Parentalidade Construtiva seu filho será imensamente beneficiado com o maior presente: você. E todos os ganhos serão colhidos ao longo da vida em uma relação de respeito, cumplicidade, verdade e amor.

Construção Parental, etc e tal.