Quando pensamos em criar novos seres humanos, parece uma missão impossível tomar tantas decisões sozinha.

Muitas vezes eu como mãe, me senti muito perdida.

Eu não tinha uma pessoa por perto que eu confiasse, que admirasse e que fosse referência como mãe para me aconselhar.

Quando pensei em escrever sobre este tema: Mentoria em Maternidade X Fazer Tudo Sozinha, lembrei de mim mesma, eu nunca pensei em consultar uma profissional sobre o assunto Maternidade, por total ignorância que isso pudesse me ajudar. 

Depois de 12 anos de maternidade, creio que cheguei em uma receita acertada do caminho que devo seguir de forma consciente, construtiva e positiva para criar filhos felizes, seguros e preparados para lidar com as adversidades. Mas esta foi uma longa jornada.

Foram 8 anos de busca, pesquisa, aprendizados, erros e acertos até chegar nas respostas das minhas perguntas, dai então as coisas passaram a fazer mais sentido.

Fazem 4 anos que sigo essa nova forma de criar meus filhos e posso dizer que minha vida mudou para muito melhor.

Hoje vejo que as coisas teriam sido mais simples para mim se eu tivesse alguém para me mostrar os caminhos fora do “padrão normal”, digo isso porque a gente aprende a ser mãe e pai com nas nossas referências diretas (pai, mãe, tias…) e muitas vezes essas referências não são suficientes para nos tornarmos os pais que idealizamos e que podemos ser.

Minha conclusão sobre este duelo é que eu teria sim pedido ajuda para uma Mentora se eu tivesse este conhecimento antes. E hoje vejo que sou essa pessoa, essa mentora. Sinto realmente a necessidade de ajudar outras mães e famílias a encontrarem seu caminho para criar seus filhos de forma mais positiva e consciente por meio da Parentalidade Construtiva.

Para quem é o caminho da Parentalidade Construtiva?

Para todos os pais e mães que:

  • querem ampliar o nível de consciência no processo de criar filhos e construir sua forma ideal de fazer isso.
  • que estão dispostos a sair da zona de conforto e a melhorar a relação com seus filhos e consigo mesmo.
  •  que estão abertos para resgatar o melhor de si mesmo e consequentemente o melhor dos seus filhos.
  • querem melhorar a forma como lidam com os desafios da criação de filhos (birras, educação…).

Imagina como teria sido muito mais fácil para mim se eu tivesse um facilitador deste processo? Alguém que me fizesse as perguntas e as observações certas e que mostrasse como converter padrões e processos inconscientes em conscientes.

Se você é mãe ou pai e está em busca da construção de uma relação de cumplicidade, compaixão e respeito com seus filhos, então o Caminho da Parentalidade Construtiva é pra você. Leia mais aqui.

Sentiu o chamado?

Então vem comigo, será um prazer lhe acompanhar nessa incrível jornada!

Você não está sozinha, etc e tal.